quarta-feira, 6 de junho de 2012

Muitas felicidades, muitos anos de vida

Enquanto isso, em um semáforo qualquer de uma cidade qualquer desse Brasilzão véio de guerra, o bom e velho panfleto, sempre ele. Reparem que texto bem construído, que persuasão magnífica, que... coesão assombrosa. Afinal de contas, alguém ficou com alguma dúvida que trata-se de uma data querida para o anunciante?

E pensar que tem quem abomine essa mídia, alegando que não é coisa de gente séria, apenas panfletagem vagabunda. Francamente!

0 comentários: