quinta-feira, 8 de março de 2012

Mais polêmico do que criativo | 47

Você já deve ter visto um comercial da Sky onde alguns atletas brasileiros alertam a população para uma imposição legal sobre a programação da televisão fechada no Brasil. A lei 12.482 recém aprovada pode mudar a programação dos canais, impondo cotas nacionais e conteúdos nacionais na tevê paga. A Sky alega que isso implica uma grave intervenção na liberdade de escolha dos consumidores. Se você não viu ainda, assista abaixo e entenda o caso:



Após a veiculação deste vídeo a Associação Brasileira das Produtoras de Audiovisual acionou o Conar alegando que o filme insulfla a opinião pública contra um órgão regulamentador brasileiro, a Ancine. Segundo a Apro, o filme da operadora não é totalmente verdadeiro, ao citar que jornalismo não é considerado conteúdo nacional pela lei.

Sonia Regina Piassa, diretora executiva da Apro garante que não é uma hora de programação semanal nacional que vai tirar o controle remoto das mãos do consumidor. A verdade é que hoje o consumidor não tem escolha quando compra um pacote de TV por assinatura, sendo impossível adquirir canais individualmente, eles empurram um monte de programas que os consumidores não escolheram.

O Conar, por sua vez, decidiu abrir o processo para debater o caso, já que considera que a questão tem fundamento no Código de Regulamentação Publicitária. Segundo o site do Clube de Criação de São Paulo, o julgamento deve ocorrer em abril, mas o relator, se considerar necessário, pode recomendar que a campanha seja sustada imediatamente.

Fonte: CCSP

25 comentários:

Alexandre ☠"O Rock"☠ disse...

Já não basta ter que pagar pra ter uma programação de tv de qualidade, ainda por cima querem empurrar goela abaixo o mesmo tipo de LIXO que vemos diariamente na tv aberta ? É PIADA MESMO !!! Esse tipo de MERDA só vemos no BRASIL mesmo !

Anônimo disse...

Foda-se jornalismo.Pouquissimas pessoas assitem cnn internacional o dia inteiro.Isso de cota de produçao nacional é uma babaquice sem limetes.Brasil so produz merda e putaria pra tv,e vem com essa.Filmes e series bacanas são TODOS internacionais,e se deixarem de passar isto,é o decreto pro fim da tv na país.

Anônimo disse...

ese governo e uma merda mesmo,quem ta casando porcaria de filmes nacionais,vamos manifestar sim.

google disse...

nao vamos deixar isso acontecer

Vincent disse...

temos ótimas séries, ótimos filmes nacionais, ótimos programas; isso é mimimi apenas.

gringos tambem fazem programas idiotas, vários programas da tv aberta são copiados dos programas gringos ( CQC (que é ótimo); big brother, formato do tipo da Oprah (casos de família e similares); programas de entrevistas (que copiam o formato do david letterman) fora que a maioria da programação televisiva aberta é de programas, e filmes estrangeiros; que a maioria é uma merda.

incentivar a produção nacional, com apenas uma hora semanal não é para tanto, se já houvesse esse tipo de atração nas tvs por assinatura, não precisariam impor lei (de apenas 1 hora em 168 horas da semana)

Muga disse...

Eu já acho o cumulo pagar o preço que pagamos hoje para ter algo mais inteligente na TV em casa, e ainda eles lotarem de intervalos com tantos comerciais, e cada vez mais esta virando piada.
Se quisesse ver comercial não precisava pagar.

Em relação aos filmes nacionais, sim são uma porcaria de pornochanda melhorada, ainda são ridículos.
É raríssimo você assistir um que não tenha cenas de sexo, enquanto continuar essa corja de diretores lamentavelmente com essa cabeça ipoctra e pequena, agente ainda não vai ver filmes ótimos aqui do Brasil
E eu não pago e não pagaria para ver nenhum.

Enquanto ao jornalismo e esportes, é sacanear o povo mesmo na cara, Ter que pagar a mais, para ter eles.

Queria que tivesse umas 20 empresas cuidando de Transmitir sinal de Tv a cabo, para ver se iria ser essa palhaçada.

Anônimo disse...

Tanta coisa pra se preocupar, com gente morrendo nos hospitais, morrendo de fome, e querem criar lei pra conteúdo na televisão....aff, que perda de tempo.

Anônimo disse...

Que os Deuses abençoem a internet! A TV morreu há muito tempo pra mim. Tenho muito mais controle no que eu realmente quero ver através da internet. A SKY ainda se manifesta mas muita gente tá quietinha com essa merda toda.

Frederico Feroli disse...

O que pouca gente ta se "tocando é que pouco a pouco a censura vem sendo implementada no Bra$il , quando um ditador que tomar posse do país qual a primeira coisa que ele faz , tomar controle das mideas impressas e televisionadas , oque de fato esta ocorrendo agora. Então prestem atenção primeiro censuram a tv , agora vem com leis de censura para internet e proibição de video games , o governo agora que impor o que voce pode ou não fazer com seu tempo livre. Tiraram a educação qualquer pessoa que saiba escrever seu nome se forma no segundo grau.Com a desculpa de revide politico as fronteiras estão sendo fechadas para estrangeiros.O povo quando for acordar para verdade já vai ser tarde demais e estaremnos vivendo numa ditadura impostas por uma corja de ladrões que a cada dia que passam só criam formas de roubar nosso dinheiro e nossa liberdade.

Anônimo disse...

Bom, eu nem assisto TV aberta. Baixo zilhões de séries e filmes pela net.
Eté pagaria por isso se pude-se escolher exatamente as coisas que gosto. Mas como não posso e esta tudo ai, sigo baixando e com a TV desligada.

Marcus disse...

Só deveríamos pagar pelos canais que realmente nos interessa, deveria ser possível contratar apenas e tão somente os canais que nos agradam, sem essa de pacotes familia, top ou sei la o que.

Glauber Prates disse...

Eu apoio a lei.

Não é correto generalizar, achar que pq a tv aberta não tem programação inteira de qualidade, que toda a produção nacional é ruim.

O Brasil produz todo tipo de material audio visual com qualidade: Já tivemos filmes e documentários concorrendo ao oscar, temo desenhos animados sendo exibidos na Tv Australiana, Carlos Saldanha é brasileiro. Já tivemos ótimas mini séries.

Temos que pensar tb no ponto de vista econômico. Qualquer produção audio visual gera empregos (pesquisem sobre o Polo cinematógrafico de Paulínea)E nossas produções geralmente têm pouco espaço nas tvs abertas. E tb não temos condições de concorrer com produções internacioneis, não pela qualidade, mas sim por questões econômicas e de mercado.
Praticamente todos os países utilizam de medidas/leis para proteger seu produtos, seja na agropecuária ou na indústria, acredito que o Brasil está fazendo isso para proteger e incentivar as produções nacionais.

Outro ponto a se pensar tb é a questão cultural e educacional. Diariamente aprendemos mais sobre a cultura americana do que a nossa.

Anônimo disse...

Eu ja paago caro na TV feixada, Ai esses filhos da puta vem querer colocar a merda da programaçao brasileira, se eu kisesse assistir programaçao brasileira eu assistiria a MERDA da globo! Esse pais so quer roubar dinheiro dos outros.

Agencia emarket disse...

Parabéns pelo post,

Eduardo disse...

Parabéns pelo post!
Cirtrox Hosting

Anônimo disse...

em contato com a ancine eles informaram que isso pode mesmo acontecer que ira ter cota para programação nacional e o pessoal tem ate 3 de maio pra participar da petiçaõ publica o problema é que o site não funciona então entende-se que eles querem mesmo é controlar a programação acho que se as produtoras brasileiras são boas mesmo elas vão ter o espaço delas, não vai ser impondo cotas que isso vai trazer beneficios a elas, de que adianta colocar essas roduções no ar e dar 0 de audiencia.

Anônimo disse...

as produtoras se uniram ao governo ja que não tem capacidade de fazer produções de gabarito e inventaram essa lei, querem ter espaço façam por merecer

Anônimo disse...

Quem apoia essa lei é um babaca que pensa que o Brasil é o país da Felicidade eterna que assitindo a porcaria desses programas lixo vão criar mais oportunidades de emprego.

Liguem-se só dinheiro na mão dos IDIOTÔES.

Anônimo disse...

Em vez de eles se preocuparem com os problemas do Brasil ficam querendo controlar a única coisa boa que temos em relação a tv paga que nos trás um conteúdo melhor que nossa merda de tv nacional.

Anônimo disse...

Liberdade na escolha da programação que eu quero assistir? Isso existe? Posso escolher pagar apenas por canais de filmes e não pagar por canal infantil? Posso escolher pagar apenas pelos canais de variedades e deixar os de jornalismo de lado? Não posso né?! Essa tal liberdade que a SKY se refere não é a do assinante em assistir, e sim a da operadora impor ao assinante assistir...

Anônimo disse...

Alguém ainda vê TV??

Anônimo disse...

tenho sky e ao trocar o speedy pela sky eu decici ao comprar o q eu quero assistir e ponto final. Nao é a sky que determina, sou eu que decidi. pra quem nao leu o projeto de lei. Entre tantos pontos q discordo, o mais gritante é o fato da cota de 1 hora de um produto que TALVES eu nao queria assistir em HORARIO NOBRE. Eu concordo q nós nao temos como competir com produçoes internacionais (a maioria gosta) mas impor atraves de lei é de fato uma desinteligencia sem tamanho. Produtores querem ter espaço. Acho justo, façam uma lei para criaçao e divulgaçao de um canal de produções nacionais e pronto. Se vai ter sucesso, esse é um problema dos produtores nacionais e não nosso. Se vc é defensor da lei, responda: vc iria aceitar se vc fosse obrigado a assistir os comerciais (nao pudesse mudar de canal) entre os programas. Vc só poderia mudar de canal só durante o programa e nao durante os comerciais...pois é!!! eu tbm não
Sou marcos de SP

Publicidade na Web disse...

Parabéns pelo post.

Agencia emarket disse...

Parabéns pelo post,gostei :d

Huntres disse...

Queh assiste conteudo brasileiro?
Paga pela quela merda de canal brasil porra
eu tenho tv a cabo eu soh tenho o meu plano pq eu sei oque passa nos canais, eu tava dando gracas a deus que nunca mais teria que ver um zora total ou outra porcaria da globo,

na minha opiniao o maximo que eles poderiam fazer seria ter a opcao de escolher quais canais quer ter ou nao ao invez de ser por plano, mas nao obrigar a nos assistirmos oque nao queremos