sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Não se deixe corromper

(Essas coisas devem ser compartilhadas) - Não quero fazer mais um texto sobre cidadania aqui. Não adianta. As pessoas gostam de lembrar que o mundo é dos espertos. Mas quer saber de uma coisa? O mundo NÃO é dos espertos - só não sei como explicar isso direito. É muita pretensão um grupo achar que é dono de um mundo tão grande. Não se deixe corromper.

2 comentários:

Tiago Mota disse...

É importante frisar que, na maioria das vezes, o "jeitinho brasileiro" nada mais é do que corrupção mal disfarçada, já tão entremeada na nossa sociedade podre que nem percebemos ou consideramos corrupção. Triste.

Iuren disse...

É em cada ação, que a nossa consciência age.
Não é só com os políticos de Brasília ou dos palácios em cada cidade que temos que nos preocupar.
É com esse "Eu político interno", que tenta nos convencer de que fazer uma ação desonesta, desleal etc é algo que pode passar, que é pequena quando é a gente que faz.

Uma sensação de justiça sendo feita por seres tão sofridos como nós, nos invade e tenta nos cegar para uma realidade: somos os responsáveis por agir corretamente e isso é refletido de cima pra baixo e, também, de baixo pra cima, em todos os níveis da sociedade.

Somos vítimas, sim, mas em determinadas situações ligamos o "foda-se". Onde fica a nossa moral?

Não me faço de rogado, apesar de me esforçar pra cacete para realmente agir honestamente, sendo "ingênuo", "bobinho" etc.

Vídeo mt bom, mas sinto nele um pouco de fuga.

Cabe a todos nós fazermos individualmente, educarmos nossos filhos para tal e, depois, aprendermos a fazer isso em grupo. Evoluirmos como seres humanos, observando o nosso comportamento para, depois, podermos nos incluir e fazer parte de uma sociedade saudável.
Não é fácil mudar essa cabeça, claro, mas dá pra fazer.