terça-feira, 27 de setembro de 2011

Propagandas que embalaram minha infância: Fandangos

(Até que enfim!) - 1.228 dias, exatamente. Este foi o tempo que levou desde que fiz este post aqui, ó. No dia 14 de maio de 2008 eu suplicava por alguma alma bondosa para que me enviasse o link de um antigo comercial do salgadinho Fandangos. Pedi isso aos leitores, mas não alimentava muitas esperanças, era um vídeo bastante raro. Já havia fuçado nos Youtubes, DailyMotions e Vimeos da vida, e nada. Poucos sabiam o quanto eu queria rever este comercial.

A minha felicidade veio quando estava moderando os comentários e vi que haviam mandado o bendito link, um garimpeiro dessa Internet veia de Deus, talvez. Pena que o sujeito não se identificou para que eu publicasse seu nome aqui. De qualquer forma, obrigado, anônimo. Tenho certeza que você vai para o céu.

O filme não tem nada de especial, ele apenas me marcou. "Escolheram meu nome, Haroldo..." Ninguém se chama Haroldo! Certa vez estudei com um Arildo, que é ainda mais estranho. Também não sei o raio de motivo que fez com que eu jamais me esquecesse da cara do garoto que reclamava da vida. Lembro bem que na escola, ainda muito pequeno eu imitava a fala do comercial olhando para uma câmera imaginária. Ali eu já demonstrava que não regulava bem da cabeça. Também não gostava muito de Fandangos, preferia o Cheetos. Sempre fui um cara esquisitão.

1 comentários:

Dani Siltori disse...

Esse garotinho não era o Zequinha do Castelo Rá-Tim-Bum????