quarta-feira, 24 de março de 2010

A Lei do Photoshop

A Câmara dos Deputados está analisando um projeto de lei do deputado Wladimir Costa (PMDB-PA), que sugere que anúncios publicitários com imagens manipuladas no Photoshop tragam o seguinte aviso: "Atenção: imagem retocada para alterar a aparência física da pessoa retratada".

Quem desobedecer a "Lei do Photoshop" - caso ela seja aprovada - teria que pagar multa de até R$ 50 mil. Para o deputado pemedebista, o objetivo é "acabar com a idealização do corpo humano pela publicidade". Segundo o site do IDG Now, uma das fontes deste post, o projeto será analisado pelas comissões de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática; de Defesa do Consumidor; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Não é muito difícil escolher um lado do muro, já que existem bons argumentos para os mais fervorosos. De um lado, afirma-se que as coisas estão ficando escrachadas demais. Por outro, seria mais uma advertência que poluiria o anúncio.

Minha opinião: vivemos tão bem sem esse tipo de alerta, além do mais, ninguém é bobo a tal ponto de acreditar nessas maquiagens. Pelo amor de Deus, as pessoas sabem das coisas. Elas gostam de saber.

Free Image Hosting

1 comentários:

Bruno "CLëF" Araujo disse...

Infelizmente, preciso discordar de você, quando diz que todos já sabem... Mas de fato, a lei regulamenta um problema de prioridade duvidosa... De qualquer forma, uma bunda perfeitamente lisa é análoga à apresentação do cigarro como liberdade e virilidade (malboro likes). Na minha opinião de merda, é meramente punitivo e taxativo, OK, mas nem todos têm conhecimento de que o PS foi usado...