quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Filme com publicitário: Três Vezes Amor

Último dia do ano, último post de 2009 e para fechar com chave de ouro, nada melhor que um pomposo “Filme com publicitário”, o 19º para ser bem exato. A comédia romântica “Três Vezes Amor” é sugestão da leitora Deborah, que deu a ideia no comentário do filme “Desafio Radical”, publicado aqui em julho. A propósito, que bela sugestão hein senhorita Deborah!

Will Hayes (Ryan Reynolds) é um competente publicitário recém divorciado que vive em Manhattan com a filha Maya (Abigail Breslin), aquela cativante e talentosa garotinha de “A Pequena Miss Sunshine”. O filme começa exatamente com Maya questionando o pai sobre sua vida amorosa. A curiosidade da garota faz o longa inteiro ser um flashback em torno de três grandes amores que Will viveu na juventude, são eles: April (Isla Fisher), uma apolítica por opção; Emily (Elizabeth Banks), uma inocente mulher sem grandes ambições e Summer (Rachel Weisz), uma jornalista com ares mais cosmopolitas.

Will, por sua vez, não se sente intimidado e conta toda a história descrevendo com detalhes cada uma das mulheres. Mas, propositalmente, ele troca os nomes desafiando a filha a descobrir com qual ele acabou se casando. À medida que Maya começa a juntar as peças desse divertido quebra-cabeça, ela ajuda o pai a entender que ainda existe a possibilidade de um final feliz.

Transcorrido no ano de 1991, o filme aborda a propaganda política. Will é um democrata praticante, que trabalha freneticamente na campanha de Bill Clinton para a presidência dos Estados Unidos. Ele ascende rapidamente na profissão e acaba abrindo sua própria empresa de consultoria política. Ainda assim, ele “termina” trabalhando em uma agência de publicidade padrão, onde seu trabalho é convencer as crianças a comerem uma marca de cereal matinal ao invés de outra.

Os personagens muito bem construídos conseguem prender o telespectador em um roteiro mediano – não sei até que ponto isso é fruto do trabalho do diretor Adam Brooks. De qualquer forma, recomendo que assista. É um filme que fala de competitividade, culto à curiosidade, princípios e ideias. E apesar de evidenciar aquela irritante futilidade dos norte-americanos, é um filme rico em pensamentos nos quais vale a pena refletir.

Elenco:
Ryan Reynolds | Will Hayes
Abigail Breslin | Maya Hayes
Isla Fisher | April Hoffman
Rachel Weisz | Summer Hartley
Elizabeth Banks | Emily Jones
Adam Ferrara | Gareth
Derek Luke | Russell McCormack
Kevin Kline | Hampton Roth
Liane Balaban | Kelly
Marc Bonan | Kevin

Título original: Definitely, Maybe
Direção: Adam Brooks
Gênero: Comédia Romântica
Origem: Estados Unidos | Reino Unido | França
Ano: 2008
Duração: 112 minutos
Estúdio: Paramount Pictures
Trailer: clique aqui
Site: clique aqui

:: Nota do blogueiro: 9.4
Por quê? É sem dúvidas, uma daquelas obras que nos transmitem alguma inspiração. O publicitário em questão se apresenta como alguém que consegue perceber as grandes mudanças a sua volta ser se deixar malograr pela expectativa excessiva. A cena onde Will e April fumam cigarros de marcas diferentes explica melhor o que estou tentando dizer.

Este Filme com publicitário foi dica da leitora Deborah.

Free Image Hosting

2 comentários:

*** disse...

Nesse filme "Por um fio", o protagonista não é publicitário, é relações públicas. haha

Luciano Marino disse...

Quando eu escrevi que, por inúmeras razões escolhi este filme para se juntar à nossa galeria, estava pensando nisso também.