quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Era uma vez uma pequena campanha de uma pequena marca de hambúrguer

A agência 1121 criou essas coisas para o hambúrguer Grã-Filé, mas sinceramente, eu não sei afirmar se são anúncios publicitários de verdade. Digo isso porque não gosto desse tipo de apelo, que tenta minimizar a propaganda, ainda que seja em um tom claramente irônico. Eu acho que campanhas assim demonstram falta de confiança no que a marca tem a dizer, falta de visão do anunciante e agência e principalmente, muita falta de criatividade.

Free Image Hosting

Free Image Hosting

Free Image Hosting

Free Image Hosting

8 comentários:

Regina Mendes - Redatora Publicitária disse...

Oi, Luciano...
Faz tempo que não atualiza a categoria "Filmes com publicitários". Tenho mais duas sugestões: "Crazy People" com Dudley Moore e "A menina que viu Deus".
Abraços!

Luciano Marino disse...

Pois é Regina, está faltando tempo - sempre ele - para assistir a imensa lista. Já anotei suas sugestões, em breve, eu prometo.
Um abraço,

André disse...

Caro Luciano... Estamos muito acostumados com apelos visuais... Sabe que achei a campanha do Gran Filé muito interessante.
Se for honesta, vai ter um recall excelente. Pode apostar.

Luciano Marino disse...

André, o que me chamou a atenção é que os anúncios abrem oportunidades para diversas interpretações - e isso não é necessariamente bom. Em cada nova leitura que eu faço eu encontro cada vez menos coerência na campanha - a que mais me pareceu convincente foi: "ok, não temos o marketing do McDonald´s, nem nos preocupamos com isso, mas ainda assim nosso hambúrguer é muito bom". É uma forma de dizer que se a marca se dedicar um pouquinho mais, ninguém segura.

Outro ponto. Para vender alimento, nada melhor do que um bom apelo visual - imagem. Por que fugir de uma regra que comprovadamente funciona? Por melhor que seja o texto, não se compara a uma foto de um suculento sanduíche.

Yuri Tupper disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Yuri Tupper disse...

Já tive a oportunidade de assistir a uma palestra do Stalymir Vieira e ele tocou em um assunto parecido. Às vezes, o cliente realmente não tem 1 real para investir em produção, entre outras coisas, e essa foi, sim, uma saída criativa. Não dá pra saber o que realmente aconteceu nas reuniões entre agência e cliente. Abraços.

Leandro Magalhães disse...

Existem algumas normas e regras em publicidade que acho que não servem pra nada. Mas existe uma em especial que acredito que devemos sempre seguir: Pra vender comido tem que mostrar comida.

Tudo bem, não ví o briefing, mas se o objetivo principal for vender o produto, a estratégia não colou.

Diego Steffen disse...

Olá, é, achei diferente, mas tbm acho que ela poderia tentar despertar a vontade do leitor a provar o sanduíche.