sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Mais polêmico do que criativo | 26



Voltando aos assuntos polêmicos, vamos ao comentadíssimo anúncio da WWF, ou seria da DM9DDB? Quem é mesmo o pai da criança? Você já deve ter visto algo sobre a peça que mostra vários aviões em direção às ex-torres gêmeas, obra da sempre talentosa DM9 para a ONG mais badalada do mundo. Basicamente a ideia é lembrar as pessoas que o tsunami na Ásia matou muito mais gente do que o 11 de setembro, indicando que deve-se respeitar sempre a força da natureza. Por razões óbvias, o anúncio ganhou mais notoriedade nos Estados Unidos do que no Brasil.

A agência brasileira diz que peça foi aprovada por "instâncias intermediárias" e veiculada em jornal de São Paulo, mas prontamente cancelada. Já a WWF Brasil negou a princípio, mas em comunicado conjunto ficou esclarecido que ela aprovou a peça. Agora o mais curioso é que o trabalho chegou a a participar até de uma premiação, o One Show, que para alguns, foi o que fez a polêmica ganhar força.

No site da DM9DDB aparece um pedido de desculpas na página principal, ressaltando que o anúncio foi criado por uma equipe da DDB Brasil que já não faz mais parte da agência. Já a WWF brasileira lamentou o ocorrido e comunicou que a relação entre atos de terrorismo, que vitimaram milhares de pessoas, com os efeitos das mudanças climáticas não é justificada em hipótese alguma e não está alinhada com a mensagem que a organização pretende passar para atingir seus objetivos de conservação da natureza e uso sustentável dos recursos naturais.

Curioso também o que disse um apresentador de tevê no Estados Unidos sobre o caso, segundo Keith Olbermann, da MSNBC a equipe da DDB Brasil está na lista das piores pessoas do mundo, e espera que o CEO da agência “morra de fome nas ruas”. Francamente, isso é um tanto ridículo não? Mas é bem típico vindo de um país/continente autodenominado “América”. Melhor deixar pra lá.

Polêmicas à parte, eu só não entendi o que o tsunami tem a ver com falta de respeito com o meio ambiente, uma vez que ele não acontece devido aos descuidos do ser humano com o planeta, trata-se de um fenômeno natural. Até a Ad Age, considerada por muitos como sendo a bíblia da publicidade escreveu que os autores do trabalho são “cientificamente idiotas”, já que não há relação entre tsunamis e preservação ambiental. Ainda assim entendo que é normal esse tipo de comparação comum em publicidade, ou seja, dizer que uma tragédia mata muito mais gente que a outra.

A questão é que tudo não passou mais de uma clara falta de bom senso do que desrespeito. Eu até poderia comentar a ótima direção de arte da peça, mas estamos falando de um anúncio mais polêmico do que criativo. Abaixo o filme da campanha - igualmente polêmico -, vale lembrar ainda que a DM9 retirou o comercial do popular Youtube.

0 comentários: