sexta-feira, 31 de julho de 2009

Mais polêmico do que criativo | 25

Desta vez é fácil tomar um partido das propagandas polêmicas em questão – e nem estamos falando de comerciais de verdade, tratam-se de fakes. Não importa, os vídeos com a marca da Sprit ganharam a blogosfera gerando muita polêmica. Alguns odiaram, outros detestaram, muito adoraram e poucos ficaram em cima do muro. Para o nosso blog o acontecido é um prato cheio.

Algum tempo depois de ganhar a boca do povo, o vídeo foi retirado do Youtube a pedido da Sprit. A alegação foi baseada no uso indevido da marca. Seu autor, um produtor independente que atende pelo nome de Max Isaacson, de 25 anos, veio a público para deixar claro que tudo não passava de uma mera brincadeira e que todo o efeito viral nada mais era do que um "experimento social".

O autor disse em uma entrevista que li a respeito que fez os comerciais por achar que a ideia era engraçada. Ele também afirmou que jamais temeu consequência legal da The Coca-Cola Company. “Não acho que fiz nada ilegal. Tipo, você vê essas coisas pela internet o tempo todo, a diferença é que normalmente as pessoas sabem que é falso e nem se preocupam (...) Fiz as peças mais pra ver no que ia dar, do que qualquer outra coisa. Tive uma ideia que pensei que seria divertida e um pouco arriscada, então mandei ver. Depois que terminei, pensei que os vídeos tinham potencial para “viralizar” e serem vistos. Depois da produção, aí sim se tornou um teste de quantas pessoas assistiriam e pensariam que era real. Acabou sendo um monte.” Completa Max. E você, o que achou dessa clara apologia ao sexo num comercial de refrigerante?





Fonte: Blog do Link

0 comentários: