terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Mais polêmico do que criativo | 18

E como prometido no último post dessa categoria, aqui estou eu comentando sobre o comercial da GM que foi polemizado por incitar o suicídio. No filme veiculado durante o Super Bowl XLI, um robô que, após errar durante a fabricação de um carro da marca, tem um terrível pesadelo onde termina atirando-se de uma ponte.

Uma das principais reclamantes do vídeo foi a fundação nacional estadunidense de prevenção ao suicídio, que formalizou a falta de sensibilidade da propaganda alegando que a peça “é ofensiva para milhares de pessoas que perderam entes queridos por suicídio. Em sua negligência, o comercial mostra o suicídio como opção quando alguém falha ou perde o emprego.” A General Motors defendeu-se declarando que o comercial jamais teve intenção de afetar essas pessoas.

A questão é que diferentemente do que aconteceu com as peças da Pepsi Max (comentado aqui recentemente), o comercial da montadora norte-americana foi alterado sem que a idéia de vender qualidade dos seus produtos fosse perdida. Isso responde a algumas perguntas já debatidas por aqui.

2 comentários:

ismael disse...

oooo rapaz! voltando ao "nada se cria"...algo no seu site ta me lembrando a tipografia da Ferrari! hhahahaha
ps: o Guto ta com saudade

Luciano Marino disse...

Ismael, nesse caso não é plágio, é pura referência... rsss
E São Paulo, vamos ou não?
Abs