quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Mais polêmico do que criativo | 16

Novamente comento uma propaganda polêmica por aqui, e desta vez o apelo é pesadíssimo – e como sempre, aconteceu na Inglaterra.

O pôster para divulgar a 2ª temporada da série Skins faz alusão a uma orgia entre adolescentes, tudo bem que o próprio conteúdo da série não é das mais franciscanas, mas a propaganda foi além dessa intrepidez e vende um mundo sem limites entre os jovens britânicos.

Considerada extremamente ofensiva, a peça, obviamente, foi censurada pela ASA (Advertising Standards Authority), órgão que regula a publicidade na Inglaterra. Muitas reclamações recebidas pela ASA afirmavam que a imagem possuía "cenas nudez e sexo ofensivas e impróprias para serem vistas por crianças", segundo texto do jornal The Guardian, algumas pessoas acharam que que o pôster instigava o sexo, inclusive, entre menores de idade.

A ASA justificou a proibição alegando que "estava implícito que uma orgia acontecia ali". Concluíram que a fotografia poderia ofender quem a visse e era imprópria para ser usada em locais frequentados por crianças.

Já o Channel 4, canal que transmite o seriado, defendeu-se comunicando que a série é "um retrato emocionalmente carregado e vívido" de um grupo de jovens em Bristol e que, ainda que os personagens "adotem uma vida centrada em festas", a série "claramente descreve as conseqüências desse comportamento hedonista e irresponsável".

Nesse caso não vejo problemas, e sou adepto a um excelente comentário que li sobre o caso. “O problema é julgarem a publicidade como estímulo para comportamentos fora dos padrões, enquanto ela só se utiliza do que já está acontecendo para buscar uma maior identificação, como é o caso desse cartaz.”

Fonte: Série Etc

0 comentários: