terça-feira, 9 de outubro de 2007

Mais uma contra o tabaco

Depois de um pequeno e inevitável recesso, voltamos com uma campanha anti-tabagista que está gerando frisson na Comunidade Européia. Mas antes disso, quero destacar um pertinente comentário que esse singelo blog recebeu há algum tempo. Quem assina é a leitora Luciene no post É proibido fumar... enquanto é tempo!, vejam na íntegra o que ela pensa sobre campanhas como essa que veremos a seguir:
.
"Caro Publicitário, como consumidora de um produto do mercado nacional e internacional, eu gostaria de lhe dizer algo a respeito do que acho das chamadas campanhas anti-tabagistas. Tais imagens não provocam nos fumantes um horror como vocês gostam, comodamente, de pensar. Acho incrível um país tão desenvolvido na sua área não conseguir apresentar uma abordagem mais respeitosa, inteligente e criativa, a mim falaria de modo muito mais eficiente, imagens de coisas bonitas e interessantes da vida super significativa que vocês tem não fumando. Penso que, atualmente, as campanhas dão a vocês a segura pseudo-tranqüilidade de que estão cumprindo o papel de cidadãos modelos que estão mudando a vida e o futuro da nação. Acho que poderiam ampliar tamanha agressividade para emcamparem campanhas contra os milhares de brasileiros que falam ao celular enquanto dirigem, aliás, seria interessante se vocês lançassem uma campanha para a diminuição dos automóveis particulares dos fumantes e dos não-fumantes que emitem, assustadoramente, o monóxido de carbono do planeta. Ou quem sabe uma campanha sobre as pequenas corrupções do dia a dia que a maioria aceita, as pequenas gorjetas em troca de pequenos favores, como pagar o "guardador de Carros" para que não arranhe o seu automóvel. Ou quem sabe uma campanha para que nenhum brasileiro fodido sem plano de saúde morra, a partir de hoje, por falta de assistência médica. Talvez uma campanha ofensiva, como a ditadura do não fumar, para que ninguém beba mais do que duas latinhas de cerveja por dia, ou se entupa de calmantes para dormir. Que tal : é proibido ter mal gosto musical? as vítimas dos fumantes não-passivos deveriam pensar em estender a campanha para uma separação total, assumir o seu separatismo,que tal os fumantes vivem à margem esquerda e vocês ocupam o resto do planeta?
Tudo isso me incomoda, no entanto, eu não compartilho de tal ilusão egoísta de que posso escolher pelos outros milhões de adultos que habitam esse planeta."
.
Esse tipo de opinião, ou seja, dos mais interessados no assunto, deve sempre ser levada em consideração, jamais ignorada. Nossa notável Luciene foi realmente feliz ao abordar o tema dessa forma, colocando como as campanhas ati-tabagistas tratam o assunto. Eu já disse isso aqui, mas não custa repetir, quem quiser enriquecer sua opinião sobre o tabagismo, assista o excelente filme "Obrigado por fumar", Fox, 2005.
.
Voltando à campanha em questão, os comerciais vendem produtos que causam os mesmos efeitos colaterais que o cigarro, como um spray para garganta que provoca rouquidão, creme dental que acaba com os dentes e um creme facial que deixa a garota com aparência mais envelhecida. Eis os vídeos.















Fonte: Aletp

1 comentários:

Helen disse...

Olá Luciano...

sabe q eu concordo com a Luciene (não plenamente, mas concordo)... tb sou fumante, e como eu, vários amigos q tb fumam não estão nem ai pra campanhas anti-tabagistas.

Ainda não tive a curiosidade de pesquisar se essas campanhas têm algum resultando relevante para a saúde da população (vou caçar no google agora mesmo :]), mas mesmo assim, será q realmente compensa gastar tanto dinheiro com um tipo de coisa q ninguém nem liga???

eu adoro pegar a caixinha do meu cigarro, q tem o rato e a barata atras, mortos e esturricados...acho engraçado, q por mais q tenham fotos horriveis, de pessoas a beira da morte, multiladas e tals, fumante é um bicho "sem-vergonha"...e não vai parar a não ser se algo muito ruim acontecer.(a minha mãe mesmo só parou de fumar depois q enfartou...)

o governo poderia gastar boa parte dessa grana pra ajudar uma galera q precise muito mais do q nós, fumanteS q temos grana pra comprar um maço de 20 veneninhos pra satisfazer um prazer tosco...


pena q eu não posso ver os videoa aki no trabalho...mas verei mais tarde...

bjocas rapaz