terça-feira, 10 de julho de 2007

Produto e serviço

Ainda ontem estava debatendo com um amigo a diferença cada vez menos nítida entre produto e serviço. Eu defendia que, de certa forma todo serviço é um produto - ele dizia que a diferença entre os dois era tangível, ou seja, produto é tudo que se pode sentir, tocar ou cheirar. Já o serviço não, é apenas um benefício que compramos, como uma estadia em hotel ou cruzeiro marítimo. Como é muito comum nessas discussões, irremediavelmente não chegamos a um denomidor comum.

Eu imagino que isso é normal porque depende muito da interpretação do que é "produto". Por exemplo. Para você, uma locadora de dvd´s oferece ao seu cliente um produto ou serviço? Se raciocinar como meu amigo, dirá produto, pois vc pode pegar o disco pra levar pra casa - mas não seria um serviço também? Pois depois de um determinado tempo, você devolve o "produto" e fica apenas com a experiência de ter usufruído de um serviço da locadora.

Tudo isso não tem muito a ver com as peças a seguir, mas além da criatividade da agência que criou a campanha para a HBF Travel Insurance, é possível refletir sobre os conceitos de produto e serviço.

Colaboração: Adelino Neto


Você. Sua carteira.


Você. Sua bagagem.


Você. Sua câmera.

3 comentários:

Thaiza Nacaxe disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luciano Marino disse...

Mas Thaiza, eu não estou sumido.
Bjs

Fernanda Barros disse...

Acho os dois conceitos válidos, claro que as terorias universitárias fazem a mesma defição do seu amigo, mas acho que existem casos como no exemplo da locadora que podemos usar os 2 conceitos, pois os filmes são o produto que ela vende, e o atendimento prestados pela locadora acaba sendo o produto que ela oferece, em outras palavras o serviço prestado.

Valeu!
www.virgulacomunicacao.blogspot.com