quinta-feira, 1 de março de 2007

Jane Jetson e Vilma Flintstone usam Dove

A Dove é uma das poucas marcas que claramente enfatizam seu posicionamento digamos, atípico. Ou seja, ao invés de modelos esculturais, focam na beleza mais próxima ao seu público - e vale dizer que fazem isso com extrema competência. Nos anúncios a seguir, cada produto da linha é associado à uma personagem de famosos e inesquecíveis desenhos animados. Notem a transformação em figuras que sempre a vimos daquela mesma forma a vida inteira, como a Merge Simpsons por exemplo.

Marge - Os Simpsons


Jane - Os Jetsons


Vilma - Os Flintstones


Velma: Scooby-doo

Assim que vi essa campanha, lembrei da palestra da Daniela Diesendruck que assisti na 18ª Semana Internacional de Criação Publicitária, em São Paulo. Na época, Daniela era a convidada pelo Cartoon Network. Com a experiência de já ter trabalhado na Disney e dedicar-se exclusivamente no desenvolvimento de produtos licenciados de personagens, a palestra orientou e discutiu campanhas publicitárias baseadas em personagens de desenhos animados.

Dentre tudo o que foi falado, me chamou a atenção o fato de alguns personagens criarem intensa relação emocional com os consumidores. Além do imediato fortalecimento do produto, e segundo ela, engana-se quem pensa que funciona apenas com crianças. Muitos adultos também têm conexões com desenhos animados.

Mas antes de escolher um personagem para representar uma marca ou produto, Daniele orientou sobre algumas questões cruciais. Por exemplo, deve-se tomar sempre muito cuidado para que o personagem não ofusque o produto, e ter certeza se ele não é apenas mais uma moda que logo vai desaparecer, mas isso não se encaixa nesse caso da Dove.

Daniela explicou também que existem diversos mitos quanto a se usar personagens famosos na publicidade. Muito acreditam que é burocrático, caríssimo e demorado, mas ela garante que é bem mais fácil do que parece.

Fonte: Aletp e Brainstorm9

8 comentários:

Tiago Pinto Michiles de Castro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tiago Pinto Michiles de Castro disse...

Luciano, essa questão da Dove utilizar não apenas esteriótipos de beleza, mas começar a introduzir figuras femininas que se aproximam mais da realidade física das consumidoras do produto Dove tem sido bem discutido no mundo publicitário hoje.
É muito digno da parte de uma grande marca mundial produzir campanhas mais "realistas" e ultrapassar as barreiras da padronização de uma beleza rara que muitas vezes não corresponde a maioria das consumidoras de seus produtos.
Ótima também a sacada de usar personagens de desenhos animados famosos em sua publicidade.

Luciano Marino disse...

Claro Tiago, é bem mais conveniente o apelo ao narcisismo nesses casos específicos. Quando alguém vai contra os princípios básicos de qualquer coisa, depara-se inevitavelmente com a possibilidade de se destacar positivo, ou negativamente. A Dove vem trabalhando tão bem esse posicionamento com as mulheres que considero uma forma de hedonismo em estágio avançado.
Abs

E.M.B. disse...

Boa campanha, tem também um apelo um pouco que emocional porque fazem adultos associarem, mesmo que inconscientemente, o personagem que ele tanto "confiava/adimirava" na infancia ao produto e assim uma relação de maior confiabilidade com o produto/empresa.

Amanda disse...

Outra propaganda e também segue esses conceitos é o dove pela real beleza.

Anônimo disse...

Há!

Que blog lixo.

Você é um babaca e seu blog é uma merda.


PS: Foge dos esteriótipos? Tem gente tirando o óculos ali na imagem, ou é ilusão minha? Devo ter tomado muito café hoje...

Luciano Marino disse...

Olá anônimo, que pena que nada por aqui lhe agrada. Sinal que ainda tenho muito a evoluir, mesmo assim agradeço a visita e a crítica.
abraços!
Luciano

Anônimo disse...

Muito bom este blog, gostei...