terça-feira, 28 de março de 2006

Tourada, Brahma e Ronaldo

Vou abrir uma exceção hoje para falar de um vt de veiculação nacional (prefiro falar das pratas da casa, mas enquanto eles não aparecem...). Bom, vamos ao que interessa. Na semana passada entrou no ar um vídeo da Brahma abordando um assunto que está dando o que falar: Touradas.







Criado pela África, o palco é uma arena espanhola onde aparece, em vez do toureiro, o jogador Ronaldo do Real Madrid e da Seleção Brasileira. Ele está assistindo a tourada e um provável amigo sugere que ele enfrente a fera à sua maneira. Depois vários dribles e deixar o a platéia delirando, o camisa 9 abre uma garrafa de cerveja no chifre do animal derrotado.
O comercial é mais um da série "Olé", que tem a missão de associar a marca Brahma à Copa do Mundo.



O que está se discutido em vários blogs pela internet a fora é o incurso deste vídeo - já que as touradas vem sendo muito criticadas e condenadas em diversos países - muitos alegam que este vídeo glamouriza a tortura deste animal. Minha opinião sobre isso é um pouco mais branda, acredito que a tourada, apesar de toda parte maldosa e desumana que a cerca, faz parte de uma cultura. Cultura inclusive relacionada de certa forma ao futebol, o famoso “Olé” nos estádios veio das touradas.

Acho que a função do publicitário é vender conceitos, lógico que dentro de toda a ética possível, mas necessariamente nesse caso não entendo com um incentivo à tortura desses animais. A peça está muito bem produzida, criativa, divertida e o melhor de tudo: o touro não morre no final.









Clique aqui para assistir ao vídeo.

Fonte: Portal da Propaganda

"Touro"
Agência: Africa
Anunciante: Brahma
Criação: Nizan Guanaes
Direção de criação: Sergio Gordilho e Alexandre Peralta
Atendimento: Marcio Santoro e Oscar Ferreira
RTVC: Daniela Andrade
Podutora: Killers, Wilf Noggins e Rolling Films
Diretor: Claudio Borrelli
Fotografia: Ted Abel
Trilha: Tesis
Aprovação: Paula Lindenberg e Carlos Lisboa

2 comentários:

Anônimo disse...

Meu caro amigo Luciano,
grandes campanhas como essa da Brahma geram polêmicas negativas.
As pessoas ficam em uma semi-reta entre o que as atraem de verdade e o suposto lado social,seja pela criação familiar , ou pela própria sociedade, elas esquecem que existe pessoas morando em baixo de viadutos, crianças passando fome e bandidos passeando livremente pelas ruas.Não estou defendendo a mortandade de animais ,não eh isso, mas não permito criticas de quem não conhece a arte de criar .A campanha está maravilhosa , ela reúne vencedor(Ronaldinho)uma grande empresa (Brahma )e ao mesmo tempo cultura .
Isso não eh bajulação de publicitária , mas sim um desabafo de uma cidadã Brasileira.
ANA PAULA TOMIM.

Cláudio Hass disse...

concordo em partes com v. ana. mas acho que v. esntrou em outra questão, mais social e menos comercial. quem tem que dar condições humanas à população é o governo, que é pago pra isso, e não a publicidade. lógico q n. dá pra sair por ai vendendo falta de moralidade. mas nesse caso específico, caho que não está remetendo a uma pratica maldosa.
abraços!!!
Cláudio