terça-feira, 14 de março de 2006

Cachos livres

Saudações a todos. Quero dizer que a partir de hoje, uma bela quarta-feira de março, entro em mais divisor de águas para este blog (não há como fugir desse nome). Quero dizer que vou começar a tratar periodicamente de um assunto que me fascina - inclusive, fiz uma faculdade para entender melhor esse negócio: Propaganda e a fantástica arte de comunicar – ou algo muito similar.

Vou deixar de postar minhas fotos para comentar campanhas, passar a minha análise sobre o que está no ar em Mato Grosso e no Brasil.

Também quero ouvir muito para aprender ainda mais. Conto com todos vocês para fazermos daqui, um ponto de encontro dos respeitáveis publicitários do nosso estado.

Agora vamos ao que interessa, e quero começar falando de um anúncio que me agrada muito, não pela criatividade, ou falta dela, mas pela sensibilidade em vender um produto muito especial: cachos.

Estou falando do comercial da Dove, onde a idéia é valoriza a real beleza dos cabelos femininos. Desenvolvido pela Ogilvy, este filme será veiculado até maio para garantir a visibilidade do lançamento dos produtos da marca para cabelos cacheados.

No comercial, elementos em formato de cachos ganham vida sob uma sedutora melodia que incentiva as mulheres a soltarem seus cabelos cacheados. Gosto muito das comparações na letra, “sacode a poeira”.


A mensagem publicitária faz parte de uma campanha que também compreende anúncios para revistas, outdoors em forma de espiral e material para ponto-de-venda.

O que me chamou realmente a atenção nessa campanha, foi uma dúvida que me intrigou durante boa parte da minha faculdade, e infelizmente, nunca encontrei um mestre que pudesse perceber um raciocício parecido. Eu explico.

Certa vez, num curso intensivo de propaganda que fiz no ESUD em Cuiabá, perguntei ao Manoel Alfredo (GMA Propaganda), se a distância entre a propaganda nacional e a matogrossense havia diminuído nos últimos 20 anos. Antes que eles tentasse me dar um beijo na boca, arguntou que precisaria de meia hora para responder, e mesmo assim o tempo foi insuficiente. Ele não sabia a resposta, mesmo envolvido com propaganda a tanto tempo. Se ele notou bem este anúncio da Dove, saberá que a distância continua uma questão sem resposta, porque não há parâmetros para medir. Azar o nosso!

6 comentários:

Leandro Magalhães disse...

Putz Bial, você não sabe como eu procurei este VT. Estava criando para Aloe Vera da Bio Extratus (produto para cabelos cacheados) e estava procurando referências. Algo legal de se ressaltar no comercial é o preço. O Vt não custou milhões mas vende tão bem quanto aqueles que custaram.

Bom, e depois que eu vi o filme na minha busca por inspiração, a única coisa que me veio a cabeça foi: PUTA MERDA, porque eu não pensei nisso antes!!

Gé-Bial disse...

Oiiiiiiiii
Viu, estou aki...e continuo lendo as suas postagens...

Te gosto de montão...

Bejaum

Luciano Marino disse...

Legal. Quando terminar o anúncio, me manda pra eu postar aqui, e falar no texto sobre isso.
Onde vc conseguiu esse vt?
Abs
Luciano

Luciano Marino disse...

Valew Gé-Bial... Que bom que vc está gostanto.
Um grande beijo.
Estou com saudades!!!
Lu

Luciana disse...

Inteligente seu blog Lu rsrsr. Adorei. Quero ler sempre as postagens. Achei interessante vc querer colocar aki uma visão regional do nosso mercado.
Bjinhusss

Anônimo disse...

te adoro